segunda-feira, 27 de outubro de 2008

FATOS SIMPLES E CONCLUSÕES LÓGICAS SOBRE A CRENÇA EM REUMATISMO

LEIA O EBOOK REUMATISMOS NÃO EXISTEM

http://drluizclaudio.blogspot.com.br/2015/09/reumatismos-nao-existem-ebook.html

"Uma crença não é uma idéia que a mente possui;
é uma idéia que possui a mente."
(Robert Oxton Bolt)


FATO: Não existe uma doença cujo nome seja "reumatismo".
CONCLUSÃO: "Reumatismo" não é uma doença.

FATO: Não existe um processo biológico causador de doença(1) cujo nome seja "reumatismo".
CONCLUSÃO: "Reumatismo não causa doença.

FATO: "Reumático" não é o nome de nenhum processo biológico conhecido pela ciência.(2)
CONCLUSÃO: A expressão "doença reumática" é apenas uma convenção de nomenclatura sem base científica.

FATO: Não existe uma doença chamada "reumatismo" e "reumático" não é nome de nenhum processo biológico causador de doença.
CONCLUSÃO: "Doença reumática" e "reumatismo" não são a mesma coisa; uma "doença reumática" não é "um reumatismo".(3)

FATO: "Artrite reumatóide" é o nome de uma doença e como "reumatismo" não é uma doença... (vide acima)
CONCLUSÃO: "Artrite reumatóide" não é "reumatismo" (não seja enganado por palavras parecidas).(4)

FATO: "Artrite reumatóide" é uma doença auto-imune.
CONCLUSÃO: "Artrite reumatóide" não é "reumatismo".

FATO: "Fator reumatóide" é um exame que pode ser positivo em várias doenças.(5)
CONCLUSÃO "Fator reumatóide" positivo não significa "artrite reumatóide" (não seja enganado pelos reumatóides).

FATO: "Fator reumatóide" é um exame que pode ser positivo em pessoas normais.(6)
CONCLUSÃO: "Fator reumatóide" positivo não significa "reumatismo".

FATO: FAN é um exame que pode ser positivo em várias doenças.(7)
CONCLUSÃO: FAN positivo não significa "lupus".

FATO: FAN é um exame que pode ser positivo em pessoas normais.(8)
CONCLUSÃO: FAN positivo não significa "reumatismo".

FATO: ASO (ou ASLO) é um exame que mede os anticorpos contra a bactéria chamada estreptococo.
CONCLUSÃO: ASO (ou ASLO) elevado não significa "reumatismo".

FATO: VHS é um exame que aumenta com a idade e em várias doenças.
CONCLUSÃO: VHS aumentado não significa "reumatismo".

FATO: Proteína C reativa é um exame que aumenta em várias doenças.
CONCLUSÃO: Proteína C reativa aumentada não significa "reumatismo".

FATO: Fator reumatóide, FAN, ASO, VHS e Proteína C reativa positivos ou aumentados não significam "reumatismo" e não são "exames para reumatismo".
CONCLUSÃO: NÃO EXISTEM EXAMES PARA "VER SE É REUMATISMO" OU "EXAMES PARA REUMATISMO".

FATO: NÃO EXISTEM EXAMES CUJOS RESULTADOS POR MAIS ALTERADOS QUE ESTEJAM SIGNIFIQUEM "REUMATISMO".

CONCLUSÃO: QUEM SOLICITA EXAMES PARA "VER SE É REUMATISMO" OU DIZ QUE UM EXAME ALTERADO SIGNIFICA "REUMATISMO" NÃO SABE O QUE FAZ.



1) Toda doença é o resultado de um processo biológico alterado. O câncer, por exemplo, é um processo biológico causador de doença caracterizado pela proliferação e multiplicação descontrolada de uma célula maligna; uma infecção é um processo biológico causador de doenças - as doenças infecciosas, que surgem da interação entre um micro-organismo invasor e um organismo invadido; a inflamação é o processo biológico normal de reparação das lesões do organismo mas, em determinadas circunstâncias, pode ser um processo biológico causador de doenças (doenças inflamatórias); a auto-imunidade é um processo biológico normal dos organismos dotados de um sistema imunológico mas, em determinadas circunstâncias, pode causar doenças (doenças auto-imunes). Há muitos outros processos biológicos que causam doenças, mas nenhum chamado de "reumatismo".
2) Como acima, também não existe nenhum processo biológico chamado de "reumático".
3) Muitos profissionais consideram "doença reumática" um sinônimo de "reumatismo", mas pensam assim apenas porque não sabem que reumatismo é só um mito popular.
4) Na segunda metade do século XIX, havia muita confusão entre três doenças: "gota", uma certa "gota reumática" e "febre reumática". O nome "gota reumática" foi dado a uma doença que exibia características comuns da "gota" e da "febre reumática". Naquela época não se sabia, mas hoje sabemos que "gota" é a doença causada pela deposição de cristais de ácido úrico nos órgãos do corpo e "febre reumática" é uma doença auto-imune desencadeada por uma infecção por estreptococo. Numa tentativa de resolver a confusão da época, Alfred Garrod, em 1859, sugeriu o nome "artrite reumatóide" para substituir "gota reumática". Garrod escolheu a palavra "reumatóide" para mostrar que, mesmo havendo semelhanças entre as doenças, elas eram diferentes (o sufixo "óide" denota semelhança) - hoje sabemos que "artrite reumatóide" é uma doença auto-imune, mas a causa ainda é desconhecida. Parece confuso? Bem, ficaria mais ainda se acrescentasse que alguns chamavam "gota reumática" de "reumatismo crônico de Heberden" e outros chamavam "febre reumática" de "reumatismo agudo". A introdução do nome "artrite reumatóide" simplificou a nomenclatura, deixando-a como é hoje: "gota", "febre reumática" e "artrite reumatóide". Ainda está longe do ideal, que não deveria fazer sugestão ao mito "reumatismo" como fazem as palavras "reumática" e "reumatóide", mas está melhor do que a confusão que havia até então.
5) Algumas doenças que apresentam "fator reumatóide" positivo são: hanseníase, tuberculose, hipotiroidismo, hepatites crônicas, leucemias, mononucleose, sífilis, fibrose pulmonar, cirrose, sarcoidose, endocardite, lupus, esclerose sistêmica, dermatomiosite, síndrome de Sjogrën, doença mista do tecido conjuntivo e artrite reumatóide. Ter "fator reumatóide" positivo não significa ter alguma dessas doenças.
6) A positividade aumenta com a idade. Na população jovem, cerca de 10% apresentam o teste positivo sem ter qualquer doença; acima de 70 anos, a positividade pode chegar a 25% da população normal. "Fator reumatóide" positivo não é uma doença.
7) Algumas doenças que apresentam FAN positivo são: hanseníase, tuberculose, sífilis, hepatite crônica, endocardite, hipotiroidismo, câncer, vasculites, dermatomiosite, esclerose sistêmica, doença mista do tecido conjuntivo, artrite reumatóide, síndrome de Sjogrën e lupus. Ter FAN positivo não significa ter alguma dessas doenças. "FAN positivo" não é uma doença.
8) De 5 a 20% da população normal pode ter FAN positivo sem ter qualquer doença. O percentual aumenta de 5 para 20 com a idade. Parentes de pessoas com doenças que causam FAN positivo podem ter o exame positivo sem ter as doenças que os parentes têm.

Entre as pessoas leigas, há uma valorização excessiva do papel do exame de laboratório no diagnóstico médico. Sem dúvida há doenças em que o resultado de determinados exames é diagnóstico, como a dosagem de glicose em jejum para o diabete, a pesquisa de bactérias no escarro para a tuberculose ou o exame anatomo-patológico para o câncer. Nesses casos, o diagnóstico médico é definido pelo resultado alterado do exame. Seria ideal se houvessem exames com esse significado para todas as doenças, mas isso não é assim.
No caso das doenças que afetam as articulações, não há nenhum exame de sangue cujo resultado faça o diagnóstico de alguma doença nas articulações. Mas há vários exames que, quando interpretados em conjunto com os dados clínicos do paciente, podem auxiliar o médico a fazer o diagnóstico. Ao contrário das doenças para as quais existem exames diagnósticos, nas doenças das articulações o diagnóstico não é definido pelo resultado alterado dos exames, é definido pelo raciocínio do médico que interpreta os resultados.
Essa situação deveria servir para elevar o papel do médico ao nível mais alto, mas infelizmente a exploração comercial do mito reumatismo por profissionais inescrupulosos, que se utilizam dos resultados alterados em exames inespecíficos para fazer diagnósticos falsos como "reumatismo no sangue", tem feito exatamente o contrário.

-->

Nenhum comentário: