domingo, 16 de setembro de 2012

DIÁLOGOS DE "REUMATISMO" - PARTE 1

LEIA O EBOOK REUMATISMOS NÃO EXISTEM

http://drluizclaudio.blogspot.com/2015/09/reumatismos-nao-existem-ebook.html

- O que sente? - pergunta o médico-reumatologista.

- Eu tenho reumatismo - responde a doente.

- Como assim "tem reumatismo"? Perguntei apenas o que você sente - repete o reumatologista.

- E eu disse que tenho reumatismo - insiste a doente.

- Você espera que eu saiba o que você sente porque diz que tem reumatismo? - pergunta o reumatologista.

- É claro - responde a doente.

- Lamento, mas não sei. Na verdade não faço a menor ideia do que você tem quando diz que tem reumatismo - explica o reumatologista.

- Como não? Por que não faz ideia do que eu tenho se estou dizendo que tenho reumatismo?- pergunta a doente.

- Porque "reumatismo" não é uma doença, é apenas um mito popular - explica o reumatologista.

- Como assim? O médico que me atendeu disse que eu tenho reumatismo - afirma a doente.

- Se ele disse isso, foi porque não sabia o que você tem; ou sabia, mas não quis dizer o que é e, nesse caso, provavelmente achou que você não seria capaz de entender o que é. Pessoalmente, acredito que é mais provável que ele não sabia e ainda não sabe o que você tem. Há médicos que dizem isso para pessoas que nem doente estão - explica o reumatologista.

- Mas ele disse que ia pedir exames para ver se é reumatismo... - acrescenta a doente.

- Não existem exames "para ver se é reumatismo"... mas existem médicos que dizem que pedem exames "para ver se é reumatismo" - explica o reumatologista.

- ... E um dos resultados mostrou reumatismo no sangue... - completa o doente.

- "Reumatismo no sangue" não existe. Mas existem médicos que dizem "reumatismo no sangue" para explicar o que não entendem e falar de doenças que não conhecem. "Reumatismo no sangue" não é o nome de nenhuma doença e não é uma explicação científica sobre nenhuma doença - esclarece o reumatologista.

- Mas... - balbucia a doente.

- Escute, faz cinco minutos que estamos perdendo tempo falando sobre a sua crença sem sentido. Se você quiser continuar acreditando que tem "reumatismo" e "reumatismo no sangue", sugiro que volte ao médico e peça para ele tratar do problema que inventou. Se você quiser consultar comigo, diga o que sente. pois preciso saber quais são os seus sintomas para poder fazer um diagnóstico - declara o reumatologista, tentando encerrar a discussão.

- Por quê? - pergunta a doente.

- O quê? - tenta saber o reumatologista.

- Por que precisa saber o que sinto? - pergunta a doente.

- Porque conhecer os sintomas é a base do diagnóstico. Sem saber o que sente, não posso fazer um diagnóstico - explica o reumatologista.

- Mesmo que eu diga que tenho reumatismo? - duvida a doente.

- "Reumatismo" não é uma doença, não é um diagnóstico. Mesmo que alguém lhe diga que você tem "reumatismo", não está dizendo o que você tem - afirma o reumatologista.

- Mesmo que eu lhe mostre o exame que deu reumatismo? - pergunta a doente.

- Mesmo que alguém lhe diga que irá pedir "exames para ver se é reumatismo", não sabe porque está pedindo os exames pois não existem exames "para ver se é reumatismo". Mesmo que alguém lhe mostre um exame e diga que "deu reumatismo", não sabe o que está dizendo pois "não existem exames que dêm reumatismo" - explica o reumatologista.

- Mesmo que eu esteja fazendo tratamento para reumatismo? - insiste a doente.

- Mesmo que alguém lhe diga que está passando um "tratamento para reumatismo", não sabe o que está tratando pois não existe "tratamento para reumatismo" - esclarece o reumatologista.

Houve um silêncio prolongado... O reumatologista examinava atentamente as reações da doente enquanto ela refletia sobre o que acabara de ouvir.

- Muito bem. Eu tenho dor no meu corpo todo. Isso não é reumatismo? - pergunta finalmente a doente.

- Não. Dor no corpo todo é apenas um sintoma. Várias doenças podem causar esse sintoma mas nenhuma das doenças que causam dor no corpo todo tem o nome de "reumatismo". Portanto, "reumatismo" você não tem. Dizer que "tem reumatismo" não significa que você saiba o que tem nem qual a melhor maneira de tratar a doença - explica o reumatologista.

- O médico que disse que eu tenho reumatismo receitou uma injeção para tomar de 7 em 7 dias durante um mês e depois repetir o exame de sangue para ver se baixou - tentou se justificar a doente.

- Como especialista, primeiro devo descobrir qual doença você tem para depois fazer o tratamento mais adequado. Injeções de 7 em 7 dias, durante um mês, qualquer que seja o medicamento, não é o tratamento adequado para nenhuma das doenças que causam dor no corpo todo...

CONTINUA...

-->

Um comentário:

Vasco disse...

Dr. Luiz Cláudio!
Grato por ter respondido ao meu e-mail.
Abraço!